Saber o tamanho real do corpo é um processo de comunicação que ocorre entre o corpo e a mente chamado de imagem corporal. É um registro mental, um banco de dados que se tem a respeito do próprio corpo.  Esse conjunto traduz como a pessoa se vê e imagina como os outros a veem.  Na prática, é a capacidade de reconhecer como o corpo é e os pensamentos e sentimentos que se desenvolvem a partir deste reconhecimento.

É a imagem corporal que determina a relação que a pessoa tem com o corpo em termos de maior ou menor aceitação.

 

Mas por que saber o tamanho real do corpo pode ser tão complexo?

Pode parecer estranho alguém dizer que é difícil reconhecer e entender qual é o tamanho real do seu corpo. Mas isto acontece quando a pessoa tem um distúrbio chamado de distorção da imagem corporal que pode ser verificado de forma mais profunda no texto Distorção de Imagem Corporal. Para entender este distúrbio é importante saber como funciona o processamento da imagem corporal.

 

É a imagem corporal que mostra o tamanho real (ou imaginado) do corpo

É o corpo que mostra para a mente como ele é construindo um mapa do corpo no cérebro (na mente). Este mapa serve como referência sempre que nos relacionamos com o corpo. Isto quer dizer que quando olhamos no espelho, projetamos aquilo que está registrado neste mapa mental. Cada pessoa desenvolve o seu mapa a partir de vivências, experiências e sensações vividas através do corpo e principalmente pelas comparações e comentários a respeito dele.

Sendo assim, quando a pessoa ouve comentários negativos sobre o seu corpo, especialmente os relacionados à forma ou tamanho, ela pode desenvolver uma crença irreal de que seu corpo tem um tamanho inadequado ou que ele é muito grande ou não tem uma forma que se encaixa em um suposto “padrão de beleza”!

Hoje já está bem estabelecido que não existe um modelo de beleza. Porém, a relação negativa que a pessoa cria com seu corpo desencadeia um mecanismo de comparação com corpos de outras pessoas causando pensamentos do tipo:

“Todas as pessoas têm um corpo menor, mais bonito e mais adequado do que o meu.”

E estas frases viram verdades absolutas. Este contexto fica melhor exemplificado no texto Diferença entre distorção de tamanho e imagem corporal.

 

Como esse meio externo influencia a percepção do tamanho real do corpo?

O cérebro não sabe se o seu pensamento está certo ou errado sobre você, desta forma, ele cria uma referência mental exatamente do jeito que você imagina. Portanto, o que você pensa sobre o seu corpo é a sua verdade e as pessoas não enxergam a mesma coisa que você. Isto traz conflito e insegurança.

Como resultado deste contexto, instala-se a distorção da imagem corporal: a mente registra um mapa irreal e impreciso sobre o tamanho e a forma do corpo. Isso leva a pessoa a acreditar que o corpo dela tem um tamanho diferente do que ela realmente tem.

Na prática, fica difícil até comprar roupas. Quando a pessoa escolhe uma peça de roupa e experimenta, não consegue entender por que a roupa ficou larga. Parece estranho, mas de fato acontece, quem já viveu isso sabe que é assim.

 

Influência da distorção da imagem corporal sobre o comportamento

A distorção da imagem corporal influencia diretamente na escolha dos comportamentos que a pessoa desenvolve para diminuir o desconforto com o tamanho do corpo. Porém, nem sempre o resultado é satisfatório, parece que o esforço não traz o resultado esperado. Isto porque a distorção da imagem corporal mantém a informação de que o corpo está grande; portanto não adianta falar para a pessoa que o corpo dela está adequado ou magro.

A única forma de ajudar a pessoa a entender que o corpo dela é diferente do que imagina é fazer o corpo comunicar para a mente como ele é. Somente desta forma é possível mudar o mapa corporal distorcido.

Quando a pessoa reconhecer o seu tamanho real, fica mais fácil mudar a relação com a comida e se libertar do sofrimento que a distorção da imagem corporal causa. Existe um tratamento fisioterapêutico especializado para a distorção da imagem corporal.

Quer saber como funciona ? Acesse meu site! Lá explico mais sobre o método para impactar de forma positiva a relação dos pacientes com o corpo, trabalhando a questão da imagem corporal.

 

Especial por Bianca Thurm

Leave a Reply

×

Powered by WhatsApp Chat

× Como posso te ajudar?