Me formei, e agora? Como a Nutrição Comportamental pode ajudar na minha carreira?

Quando você se forma na faculdade, é comum aquele frio na barriga por não saber qual próximo passo você deve dar. Nós do Instituto Nutrição Comportamental queremos te apresentar alguns caminhos possíveis para o futuro da sua carreira na nutrição, seja qual for a sua área de atuação.

Me formei, o que devo fazer agora?

Antes de sair fazendo a primeira pós graduação que vem na sua mente, ou enviar currículos (com poucas experiências) para os quatro cantos, recomendamos você traçar um plano de ação, ou seja, desenhar um projeto de 2 a 5 anos para a sua carreira.

Para este projeto, vamos pensar em 6 pilares:
1) Em qual área você irá atuar?
2) Como me apresentar?
3) Quais serão os meus diferenciais?
4) Como me desenvolver?
5) O que estudar?
6) Aonde quero chegar?

Mas como a Nutrição Comportamental pode ajudar na minha carreira?

Acreditamos que o trabalho com a nutrição, seja qual for a sua área de atuação, nos desafia a trabalhar com pessoas. E para isso, se faz necessário desenvolver novas habilidades, que vão além das disciplinas técnicas aprendidas na graduação. E também entender como todas estas disciplinas conversam, jamais excluem, aquelas tradicionais que já aprendemos.

Portanto, entendemos que todo profissional deve se desenvolver, estudando e praticando:

  1.  As habilidades interpessoais, para lidar melhor com o mundo atual e com as pessoas, habilidades como comunicação, criatividade, colaboração, organização, flexibilidade, autoconfiança, pensamento crítico, atitude positiva, entre outras;
  2.  Técnicas, modelos e teorias para influenciar a mudança de comportamento dos outros, no caso, seus pacientes, por meio de estratégias desenhadas em conjunto, sem a imposição comum às prescrições.

E é justamente aí que o Instituto Nutrição Comportamental atua, por meio de seus cursos, conteúdos de blog, redes sociais, vídeos, webinars, congressos, desenvolvendo este potencial humano para a carreira dos nutricionistas.

Ao desenvolver estas competências, você adquire mais confiança e autonomia. E isto lhe traz a competência necessária para lidar com os dilemas de seres humanos, cada vez mais complexos.

Só para ilustrar, neste período de pandemia segundo estudo da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, os casos de depressão praticamente dobraram no Brasil, enquanto as ocorrências de ansiedade e estresse tiveram um aumento de 80%, nesse período.

Então vamos lá? Me formei na faculdade, por onde começar a desenhar meu plano de carreira com a Nutrição Comportamental?

Seja no início, mas também na sua transição de carreira, este exercício de desenhar o seu plano de carreira para 2 a 5 anos será oportuno.

Pegue lá papel e caneta e vamos aos nossos 6 pilares. Eles fazem parte de algumas aulas do curso Nutrição Comportamental para Iniciantes e traremos aqui apenas alguns tópicos explorados nas aulas.

     1. Em qual área você irá atuar?

Ótimo se você já tem a sua área de atuação definida. Caso contrário, o exercício será justamente você agendar encontros, visitas com profissionais atuantes nas áreas com as quais você já simpatiza. Sua coragem e desenvoltura serão maiores com o treino. Comece e lembre-se que hoje temos mais especialidades divulgadas pelo CFN como possíveis áreas de atuação.

Se por outro lado, você já sabe em que área quer atuar. Comece a listar os profissionais que são referências na área para que você se conecte, se inspire e entenda os passos percorridos por estes profissionais.

       2. Como se apresentar?

Além de fazer um bom currículo, é necessário saber como se apresentar, como fazer perguntas inteligentes para extrair insights, saber o que escrever em um e-mail com objetivo de networking. E treinar a assertividade para expressar seus diferenciais, suas habilidades e potenciais com foco em pessoas e mudança de comportamento.

      3. Quais serão os meus diferenciais ?

Aqui é um ponto crítico, em que Nutrição Comportamental (NC) pode fazer a diferença na sua carreira, trazendo uma visão moderna e inovadora ao abordar a mudança de comportamento.

É por este motivo que queremos que você se desenvolva como profissional T, um novo perfil de profissional que, como já colocamos aqui, e simbolizando a figura da letra T, traz a sua linha vertical de especialidade técnica (conhecido como hard skills), mas também traz uma linha horizontal das habilidades comportamentais (soft skills). Em NC, trabalhamos ambos.

É fundamental que você se posicione no mercado de forma diferenciada, saindo do status quo da profissão, e com isso ganhando mercado. Estruturar uma proposta única de valor e comunicá-la de forma clara para seus clientes, trará a você o reconhecimento
merecido.

     4. Como me desenvolver?

Se você já sabe a área que deseja trabalhar e os seus diferenciais, também deverá saber o que falta para tornar sua carreira ainda mais promissora. Portanto, estabelecer uma rotina para estudar e treinar essas novas habilidades será um divisor de águas. Além dos cursos, cultive diariamente uma rotina de desenvolvimento pessoal e profissional.

      5. O que estudar ?

Hoje o conhecimento é amplo e selecionar o que vamos estudar, ler diariamente, ou seja, fazer a curadoria deste conhecimento é o mais desafiador. E de fato atribuir na sua agenda o tempo necessário para estudar e aplicar em nosso dia a dia, pois só assim vamos de fato reter, ou seja, aprender! Se não, para que estudar? Na carreira, não temos que tirar 10 na prova, temos que ser o melhor a cada dia em nossa atuação prática.

Aliás, vivemos inclusive uma era da infodemia, um consumo exagerado de informação que pode gerar ansiedade e pouco aprendizado pra vida. Portanto, é fundamental selecionar oque ler, ouvir, estudar.

      6. Onde quero chegar?

É hora de empreender ou de arranjar um emprego? Esta é uma pergunta que te trazemos para refletir. Precisamos saber para onde queremos ir nos próximos 2 anos, e onde podemos chegar em 5. É o lema do sonhar alto e agir pequeno, passo a passo.

Seja qual for sua decisão, o caráter empreendedor, inovador e futurista de atuar na profissão é trazido por Nutrição Comportamental por meio da iniciativa, do protagonismo, do desejo de fazer diferente, de deixar um legado, seja para a equipe
com a qual que você trabalha, ou para seu time, ou seus pacientes, se atuar em
clínica.

Convidamos você a introduzir Nutrição Comportamental como uma abordagem inerente ao seu desenvolvimento profissional, seja qual for sua área de atuação. Se esta for o consultório, nosso curso de Capacitação  é uma porta mais prática e científica para este futuro.

Se você for atuar em outra área, seja esta pesquisa, unidades de alimentação, SUS, Hospitais, saúde coletiva, ou até consultório etc. e ainda não teve contato com nutrição comportamental, venha para o curso de iniciantes em NC. Nós temos a certeza que você vai se transformar e continuar com NC na sua mente e no seu coração.

Escrito por:

Cynthia Antonaccio, idealizadora da nutrição comportamental e professora do curso de NC para iniciantes.

Leave a Reply

× Como posso te ajudar?