Matéria de capa da revista Mente e Cérebro reforça um premissa que a Nutrição Comportamental trabalha há muito tempo: NÃO FAÇA DIETA. Uma série de estudos foram colocados na matéria para explicar os motivos que embasam a afirmação e, o principal deles é que, à longo prazo, as dietas engordam. Um vídeo foi feito pela nutricionista americana Evelyn Tribole, que esteve no II Simpósio de Nutrição Comportamental ano passado, para explicar as consequências biológicas, psicológicas e sociais nas diferentes fases da vida das pessoas que se engajam em dietas das mais variadas. O vídeo e o resumo dos estudos podem ser acessados aqui: http://gentabrasil.blogspot.com.br/2013/01/dietas-engordam.html.
Mas se não dieta, o que fazer? Primeiramente é ligar o botão da consciência e se propor a fazer uma autoanálise. Só assim, se consegue identificar os hábitos que podem estar causando algum problema relacionado ao peso e/ou á saúde (sendo que um não está necessariamente ligado ao outro). Depois de identificados, é importante focar em pequenas alterações para mudá-los e incorporá-los como hábitos saudáveis, de maneira progressiva e que faça sentido para a vida e para sua saúde, em um contexto que varia muito de pessoa para pessoa. E, sabendo da dificuldade que é modificar hábitos, a Nutrição Comportamental compilou algumas técnicas para ajudar no sucesso e na manutenção dessas mudanças comportamentais.
Para saber mais leia o capítulo livro Nutrição Comportamental e cheque nosso curso EAD!

Leave a Reply

× Como posso te ajudar?